Elas não todas magras e chatas! Algumas só.

por CoolHype

Era um casting para algo, não lembro se era para semana de moda ou um anuncio normal. As revistas  Vogue me apagaram a memoria. Pois é, tenho um fraco por editoriais de revista, daVogue então…Vish!

esse post se trata de uma visita minha a uma agencia de modelos. Nunca havia conhecido esse ambiente, cheio de modelos lindas e simpáticas fofocando sobre a vaca que visitou o orkut do namorado rs.

Bricadeiras a parte vamos ao que interessa : O dia-a-dia de uma modelo que busca ascensão.

Modelo não é feita somente de glamour. Roupas caras, festas, fama e dinheiro são apenas alguns aspectos da profissão. Há também o outro lado, no qual se faz necessário características como disciplina, persistência, inteligência e, principalmente, paciência.

Apenas um corpo esguio e uma aparência agradável não vão garantir o sucesso neste meio. Assim como em qualquer outra profissão, é preciso se profissionalizar e trabalhar duro para conseguir o lugar de uma Zimmermann ou uma Bündchen.

Porém nem tudo é carreira, conversando com as meninas e um menino ouvi muito sobre eles e, seus sonhos. Pode apostar, muitos deles não pensam em pasarela para o resto da vida. Uma menina linda que estava ao meu lado na hora da entrevista simplesmente fazia nutrição enquanto o rapaz cursava direito. Grande parte deles pensa em seguir carreira na moda. Veêm isso como uma forma de ganhar dinheiro.

O estilista brasiliense  preferido de muitas delas era o Akito Hira rs.

Bem, quem me arrastou a esse “passeio” foi uma amiga linda (modelo claro) Glelane Cavalcanti.

As fotos foram tiradas por outra Linda da agência, a Juliana Dato (ela tem facebook CoolHyper’s – http://www.facebook.com/JulianaDato)

Fica aí algumas fotos rs. Beijos

Este slideshow necessita de JavaScript.


Anúncios