Palavra – Ivan Hugo

por CoolHype

Ele é um estilista pensador. Prova que a moda não é fútil e, as pessoas que a transmitem a fazem dessa maneira. O cara tem 22 anos e já parece ser um estilista em ascensão, mostrando suas coleções sempre muito inteligentes na semana de moda da capital. Fomos no dia 15 de março a casa do Ivan. Ele estava fazendo cookies no momento, e mesmo assim nos recebeu muito bem:D!

Com toda a sua utopia do senso, apresento a vocês… Ivan Hugo!

CH: Ivan, faça uma ligação entre moda e a formação social de um  determinado espaço, definindo assim, uma idéia de que moda não é algo fútil:

IH: A pessoa que se encontra nesse nicho de moda, não é necessariamente burra e fútil. O que deixa com que isso se torne algo fútil é a forma que muitas vezes a imprensa divulga esse meio. Existe uma grande diferença entre vestuário e a moda em si, a moda mais ou menos como conhecemos surgiu depois da renascença e, o vestuário existe a muito mais tempo, desde os primórdios e é de fato uma vertente cultural da sociedade.

CH: O que falta para que a capital do país se transforme em uma capital da moda?

IH: A cultura de moda. O povo tem que fugir do glam, até porque o pessoal daqui busca status, carão, close e etc. Necessita de um movimento underground urgente, para que a cidade passe a ter uma cultura de moda.

CH: Se você pudesse escolher uma casa de alta costura para dirigir qual seria?

IH: A Maison  Schiaparelli. Acho que é uma Maison que nunca deveria ter fechado. Ela foi, junto com Chanel, uma percussora da alta costura. Ela criou a roupa rosa choque gente! Eu acho isso muito f*** para aquela época. Acho que seria muito interessante para mim, criar nos moldes da Schiaparelli.

CH: Qual blog que você gostaria de ver como publicação impressa?

IH: Cara, não consigo imaginar nenhum blog brasileiro como revista. Acho que o  blog da Tavi seria interessante ver como revista, pelo fato dela saber abortar o assunto das tendências com muita diversidade. Acho bacana.

CH: Qual semana de moda você adoraria apresentar seu trabalho?

IH: Ah, Paris né?! (risos). O meu Casting favorito é o de lá. Os modelos masculinos são bem bacanas.

CH: Ivan, imagine um mural de informações com cinco coisas, sendo que essas coisas lhe sirvam de inspiração, seja no trabalho ou na vida pessoal:

IH: Hum, eu imagino um mural com cinco polaróides. A primeira é uma foto de biscoitos de chocolate, a segunda seria a bandeira do Japão, depois colocaria uma foto de uma tribo indígena, uma foto da lua e por fim uma foto do sol.

CH:Vivienne ou Yamamoto?

IH: Yamamoto claro!

CH: Para finalizar, o que você acha do CoolHype?

IH: Cara, eu gosto. Acho que vocês vieram na hora certa, com a idade certa e cabeça certa (risos).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios